Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Três mil novos desempregados no Algarve

Inscrições nos centros de emprego da região dispararam em resultado do fim de muitos contratos de trabalho temporário no setor da hotelaria.
11 de Novembro de 2013 às 21:31
O Centro de Emprego de Portimão foi um dos que receberam maior número de novos inscritos
O Centro de Emprego de Portimão foi um dos que receberam maior número de novos inscritos FOTO: Miguel Veterano

Mais de três mil desempregados inscreveram-se nos diversos centros de emprego do Algarve desde o início deste mês. Os dados são da delegação regional do Instituto de Emprego e Formação Profissional , que aponta como principal causa da situação "o fim de um número elevado de contratos de trabalho a prazo, no final do mês de outubro, maioritariamente no setor da hotelaria". Em setembro, estavam inscritos na região 26 255 desempregados.

Em Portimão, tal como o CM noticiou, chegaram a formar-se filas com mais de 200 pessoas à porta do centro de emprego local, muitas das quais optaram por dormir ao relento ou em carros para conseguir ser atendidas no dia seguinte. Como a média de atendimentos por dia rondava apenas 150 pessoas, alguns tiveram de repetir a ‘noitada'.

A situação, resultante da sazonalidade do turismo, tem vindo a agravar-se nos últimos anos. Para o IEFP, esta é, "historicamente", a altura do ano em que um maior número de desempregados se inscreve nos centros de emprego algarvios. Um facto que levou o Instituto a reforçar o pessoal de atendimento e de apoio.

Um esforço que, no caso de Portimão, não foi suficiente para responder às necessidades.

Para evitar situações idênticas, e apesar de considerar que as inscrições "decorreram com normalidade", o IEFP recomenda que, no futuro, os utentes se registem presencialmente nos serviços ou se inscrevam no portal do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Algarve desemprego Portimão verão hotelaria trabalho temporário IEFP
Ver comentários