Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Três mortos no Túnel de Entrecampos

Um violento despiste vitimou ontem dois homens e uma mulher de nacionalidade brasileira. A viatura em que os três seguiam, um Mercedes SL320, despistou-se à saída do Túnel de Entrecampos, em Lisboa, e embateu em duas árvores. Os três ocupantes, segundo as equipas de socorro, tiveram morte imediata.
28 de Janeiro de 2005 às 00:00
Túnel de Entrecampos, em Lisboa, palco do desastre
Túnel de Entrecampos, em Lisboa, palco do desastre FOTO: Natália Ferraz
O acidente deu-se pelas 06h20, numa altura em que na Avenida da República o trânsito ainda não era muito intenso.
No carro seguiam dois homens, de 34 e 39 anos, e uma mulher, brasileira, de 47 anos. O Mercedes, de acordo com diversas testemunhas, entrou na Avenida da República, no sentido Saldanha-Campo Grande, a grande velocidade.
Segundo referiu ao CM fonte policial, a entrada no Túnel de Entrecampos ainda se processou normalmente. Mas, à saída, o condutor não conseguiu evitar o despiste.
“O condutor perdeu o controlo do automóvel. No seguimento do despiste, o carro esmagou-se contra duas árvores”, acrescentou a mesma fonte da Divisão de Trânsito da PSP.
A violência do embate foi tanta que, para além de todos os passageiros terem tido morte imediata, o carro partiu-se em dois.
O trânsito no Túnel de Entrecampos foi imediatamente cortado. Os condutores que queriam seguir do Saldanha em direcção ao Campo Grande viram-se, por isso, obrigados a tomar o caminho da Avenida dos Estados Unidos da América.
Foram mobilizados para o local quinze bombeiros e quatro viaturas do Regimento de Sapadores Bombeiros. Os três cadáveres foram transportados para o Instituto de Medicina Legal. O trânsito ficou normalizado cerca das 08h00.
Ver comentários