Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Três pessoas condenadas por contrafação de moeda

Penas entre os quatro e sete anos de prisão.
23 de Fevereiro de 2016 às 14:06
O Tribunal São João Novo, Porto, condenou três pessoas a penas entre os quatro e sete anos de prisão
O Tribunal São João Novo, Porto, condenou três pessoas a penas entre os quatro e sete anos de prisão FOTO: Rafaela Cadilhe

O Tribunal São João Novo, Porto, condenou três pessoas a penas entre os quatro e sete anos de prisão por falsificar moeda, "clonar" cartões bancários e usar documentos alheios, informou esta terça-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto.

Na sua página oficial, a PGD refere que o tribunal considerou que os arguidos compraram, entre 5 e 10 de outubro de 2014, vários bens, no valor de 1.697 euros, através de cartões clonados.

As compras foram feitas em diferentes estabelecimentos comerciais do norte de Portugal, nomeadamente Matosinhos, Porto, Trofa, Braga, Maia, Valongo, Santo Tirso e Aveiro.

Segundo a PGD do Porto, um dos arguidos, em data anterior a 23 de julho de 2014, conseguiu obter dados e o código pessoal de pelo menos 496 cartões de crédito e débito, emitidos na índia e Estados Unidos da América.

"Após a obtenção destes dados, procedeu à sua gravação em bandas magnéticas de outros cartões bancários, assim "clonando" os cartões originais, de modo a poder valer-se deles para efetuar compras em estabelecimentos comerciais, à custa das quantias existentes nas contas dos verdadeiros titulares", acrescentou.

Tribunal São João Novo Porto crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)