Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Tribunal absolve portuguesas condenadas na Venezuela por tráfico de droga

As duas portuguesas detidas e condenadas na Venezuela, em 2004, foram esta terça-feira absolvidas da acusação de tráfico de droga e associação criminosa, num julgamento que decorreu no Campus da Justiça, em Lisboa.
24 de Janeiro de 2012 às 15:46
Avião da Air Luxor onde seguia a droga
Avião da Air Luxor onde seguia a droga FOTO: d.r

Virgínia Passos e Margarida Mendes, as duas arguidas, foram detidas juntamente com Maria Antonieta Parreira, após terem sido descobertos quase 400 quilogramas de cocaína num avião fretado pela Air Luxor à Tinerlines.

Na época, mais de uma dezena de pessoas foram levadas a tribunal por este caso. O comandante e a hospedeira do avião foram libertados em Novembro de 2004. Em Dezembro de 2005, o co-piloto do aparelho, Luís Santos, foi absolvido.

As arguidas acabaram por ser condenadas a nove anos de prisão, em 2005. Foram transferidas pela justiça venezuelana para Portugal e cumpriram seis anos da pena.

 

Seis cidadãos venezuelanos foram também condenados a penas entre os quatro anos e meio e os nove anos de prisão. O avião foi confiscado pelas autoridades venezuelanas.

Tribunal justiça tráfico droga portuguesas Venezuela
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)