Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Tribunal absolve transexual de injúrias

O transexual brasileiro que, a 13 de Dezembro, foi detido pela PSP de Lisboa e, já na esquadra, escondeu 700 euros no ânus, acusando os agentes de roubo, foi absolvido em tribunal do crime de injúrias.
21 de Dezembro de 2011 às 01:00
Esquadra onde esteve o detido
Esquadra onde esteve o detido FOTO: SÉRGIO LEMOS

Julgado anteontem no Tribunal de Pequena Instância Criminal, o imigrante de 30 anos saiu em liberdade, sem que o juiz, que o julgou sumariamente, tivesse encontrado quaisquer provas que sustentassem a acusação de injúrias aos agentes da PSP. Recorde-se que, tal como o CM noticiou, o transexual foi detido na rua Morais Soares, em Lisboa, por ter ameaçado várias pessoas com uma faca. Já na esquadra da PSP da rua Coronel Eduardo Galhardo, o imigrante pediu para ir à casa de banho, onde ocultou no ânus 700 euros em notas. Acusou então os polícias de roubo, levando a que fosse radiografado, o que denunciou a presença do dinheiro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)