Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Tribunal da Relação de Lisboa manda prender Franklim Lobo. Maior narcotraficante português está em parte incerta

Maior narcotraficante português tinha sido libertado pelo Tribunal de Instrução Criminal.
Tânia Laranjo 11 de Dezembro de 2019 às 18:44
Justiça
Justiça FOTO: Getty Images

A Relação de Lisboa anulou a decisão que libertou em julho Franklim Lobo, um dos maiores traficantes de droga portugueses, e mandou prendê-lo. Os desembargadores consideram que não existem "novos factos" suscetíveis de alterar a medida de coação que já tinha sido aplicada, ou seja, a prisão preventiva.

Em causa está um recurso do Ministério Público que contestava a decisão da juíza Ana Peres, do Tribunal Central de Instrução Criminal. A magistrada ainda o despronunciou pelo crime de associação criminosa, que a Relação também anulou. O narcotraficante tinha sido detido em março em Málaga. As autoridades têm agora de o procurar outra vez, já que ninguém sabe onde é que se encontra. 



Franklim Lobo tornou-se famoso depois de ter enganado a PJ, fugindo de um quarto de hotel onde estava em 1999 — fuga ficou conhecida como ‘O Pulo do Lobo’.

Desde 2016, que a Judiciária procurava o suspeito, no âmbito da Operação Aquiles, por alegadas ligações entre traficantes de droga e altos cargos da PJ. Na altura, Franklim Lobo conseguiu fugir para Marrocos antes de ser detido.

Tribunal da Relação de Lisboa Franklim Lobo questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)