Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Tribunal de Lisboa solta 12 burlões de idosos

Criminosos de Loures atuavam em todo o país e fizeram pelo menos 70 vítimas.
Miguel Curado 14 de Julho de 2022 às 12:04
Justiça
Justiça FOTO: Getty Images

Um juiz de instrução criminal do Tribunal de Lisboa soltou, com apresentações, os 12 detidos (sete mulheres e cinco homens) pela PSP na operação ‘Sanakay’. O grupo, com sede em Unhos, no concelho de Loures, foi responsável pelo furto de dinheiro e bens pessoais a mais de 70 idosos em todo o país.

Fonte oficial da PSP de Lisboa disse que dois arguidos ficaram com apresentações diárias às autoridades, três com apresentações semanais, cinco com apresentações bissemanais e trissemanais, e dois com apresentações quinzenais.

Recorde-se que, tal como o CM noticia hoje, o grupo pedia a familiares para lhes alugarem viaturas, atuando assim em células de 3 ou 6 burlões no ataque a vítimas, todas com mais de 70 anos.

As mulheres eram as principais operacionais, e encarnando desde falsas médicas, assistentes sociais, e até técnicas do Banco Alimentar, aplicavam o ‘conto do vigário’ às vítimas para assim lhes roubar os bens pessoais. Os proveitos dos crimes eram usados para compras diversas, como mostraram os bens apreendidos pela PSP nas residências dos suspeitos.

Loures Lisboa Tribunal de Lisboa PSP Sanakay Unhos crime lei e justiça questões sociais polícia
Ver comentários
C-Studio