Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

As mais de 35 horas de Noah desaparecido em Proença-a-Velha

Veja todos os momentos do caso do menino que foi encontrado vivo ao final da tarde desta quinta-feira.
Cátia Pereira de Sá, Daniela Vilar Santos, Tânia Laranjo, Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) e Marta Quaresma Ferreira(martaferreira@cmjornal.pt) 17 de Junho de 2021 às 09:30
A carregar o vídeo ...
Zona onde camisola do pequeno Noah foi encontrada
Noah, de dois anos e meio, terá desaparecido de casa, em Proença-a-Velha, Idanha-a-Nova, algures entre as 05h30 e as 08h00 desta quarta-feira. O menino foi encontrado com vida ao fim de 35 horas perdido no mato.

Ao que o CM apurou, estará em estado febril, e com saúde débil, por ter estado mais de um dia desaparecido no mato, sem comer ou beber. Está em estado grave, pelo que foi assistido no local e levado para um hospital da região.

Recorde as 35 horas do desaparecimento do menor

O desaparecimento de Noah
O pai da criança, trabalhador agrícola, saiu de casa pelas 05h30. A dormir ficaram a mulher, a filha mais velha, de seis anos, e Noah. Pelas 08h00, a mãe acordou e percebeu que apenas a menina se encontrava na cama. Nem sinal de Noah, nem da cadela da família, Melina. As galochas do menino também tinham desaparecido.

O alerta às autoridades foi imediato e começaram as buscas no terreno. Por volta das 19h00, a cadela da família foi encontrada numa popriedade a cerca de três ou quatro quilómetros da casa da família e não há sinais de Noah. 

Os apelos no Facebook multiplicam-se e a família chegou mesmo a oferecer uma recompensa de 500 euros a quem encontrasse o menino



Buscas noite dentro
As buscas por Noah duraram toda a noite. No local esteve a GNR, Proteção Civil, PSP, Polícia Judiciária, equipas cinotécnicas e pelo menos uma centena de populares que ajudam às buscas. O perímetro das buscas foi alargado ao final da tarde.


Roupa e pegadas encontradas

Uma t-shirt foi encontrada por um dos grupos de populares que estão a bater os terrenos, juntamente com as autoridades, em busca de Noah. O local, não muito afastado do local onde foi encontrada a cadela da família, e dentro do perímetro delimitado para as operações de busca, será a cerca de 300 metros de um riacho. Mas a peça de roupa, apurou o CM, estava seca e foi encontrada por baixo de pedras.

A 300 metros do local onde foi encontrada a camisola, um grupo de populares encontrou pegadas de criança. 


Mergulhadores fazem buscas
Mergulhadores fizeram buscas em poços e no riacho (local onde foi encontrada a camisola de Noah). As autoridades procuraram Noah num riacho que fica entre a casa da família e o local onde foram encontradas as pegadas de criança.

Ponto da situação das autoridades
João Costa, Comandante dos bombeiros de Idanha-a-Nova referiu no ponto de situação feito pelas autoridades na manhã desta quinta-feira que estão a ser realizadas buscas em poços e riachos. o Comanadante adiantou que "esteve muito frio durante a noite e que será uma situação complicada".
A GNR avançou que a camisola do pequeno Noah foi encontrada junto à margem do rio a cerca de dois quilómetros da casa da família.

Idanha-a-Nova disponibiliza apoio psicológico à família de menino desaparecido
A Câmara de Idanha-a-Nova tem no terreno meios humanos e técnicos para ajudar nas buscas ao menino que está desaparecido em Proença-a-Velha e já disponibilizou apoio psicológico à família, disse à agência Lusa o presidente do município.

Galocha, fralda e calções encontradas junto ao rio
Foram encontradas mais peças de Noah durante as buscas pelo menino de dois anos. Ao que o CM sabe uma galocha, uma fralda e uns calções foram encontrados junto ao rio por populares. As peças foram encontradas a centenas de metros da camisola.

Pai de Noah e cadela juntam-se às buscas
O pai do menino de dois anos e a cadela que inicalmente foi dada como desaparecida, juntamente com o bebé, juntaram-se às centenas de operacionais e voluntários que procuram Noah em Proença-a-Velha. 

Pegadas na direção da água
A GNR confirmou que as pegadas de criança encontradas perto do local onde desapareceu Noah estavam na direção de um "percurso de água".

O militar revela que as buscas estão a ser feitas num raio de 20 quilómetros e que continuam mais de 100 elementos no local, entre eles mergulhadores que procuram Noah nos poços e num riacho.

Também os pais do menino estão a participar nas buscas assim como 12 voluntários civis.

Noah Proença-a-Velha Idanha-a-Nova Melina PJ questões sociais desaparecidos
Ver comentários