Tutela diz que fecho de Casa do Gaiato em Paredes se deveu às "deficientes condições"

Fiscalização apurou haver "graves irregularidades" na instituição.
08.11.18
A Segurança Social justificou esta quinta-feira o encerramento da Casa do Gaiato em Beire, Paredes, com as "deficientes condições das instalações e insuficiência de recursos humanos, que colocavam em perigo iminente a integridade de utentes".

Num comunicado do Instituto da Segurança Social (ISS) enviado à Lusa, refere-se que uma ação de fiscalização apurou haver "graves irregularidades", nomeadamente "deficientes condições das instalações e de segurança e insuficiência de recursos humanos, que colocavam em perigo iminente a integridade de utentes".

Concluiu-se ainda, segundo o comunicado, "pela necessidade de se proceder ao encerramento urgente da resposta social, tendo a Segurança Social, através das suas equipas técnicas, desenvolvido as diligências necessárias ao encaminhamento dos utentes para estabelecimentos licenciados".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!