Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

UCC ataca venda ilegal de peixe

À chegada dos carros da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR a Quarteira, ontem de manhã, os vendedores de peixe na rua ainda tentaram fugir. Mas a equipa à paisana, que avançara minutos antes, travou-os. Foi apreendido pescado sem condições higieno-sanitárias. Quase à mesma hora, mas em Portimão, a UCC apreendeu pescado sem as dimensões mínimas exigidas.
7 de Junho de 2012 às 01:00
Homens da UCC apreenderam pescado que estava a ser vendido na rua, em cima de plásticos
Homens da UCC apreenderam pescado que estava a ser vendido na rua, em cima de plásticos FOTO: Luís Costa

Em Quarteira, os homens do Destacamento da UCC de Olhão atacaram, pelas 10h00, um ‘mercado paralelo’ de venda de peixe, ao lado da lota. O pescado estava em cima de plásticos, no chão, ao sol. O veterinário que acompanhou a operação rapidamente concluiu que os 50 kg de peixe apreendidos, de diversas espécies, não estavam em condições e foram destruídos. Foram levantados três autos de contra-ordenação e identificados dois vendedores.

Um pouco antes, a UCC tinha identificado quatro pessoas que, na vizinha praia da Falésia, em Vilamoura, apanhavam bivalves. Foram apreendidas quatro artes de arrasto proibidas e 30 kg de conquilhas, que foram devolvidos ao mar.

Em Portimão, o sub-destacamento local da UCC apreendeu 40 kg de carapaus imaturos, que estavam a ser vendidos fora da lota.

QUARTEIRA PEIXE UCC GNR VENDA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)