Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Última hipótese para acordo

Realiza-se hoje a última reunião negocial entre o Ministério da Educação e os sindicatos de professores com vista a um acordo na revisão do Estatuto da Carreira Docente.
20 de Novembro de 2006 às 00:00
Esta é a última oportunidade para acordo na negociação suplementar, falhadas que foram as tentativas de acordo durante o período previsto para as negociações.
Em Outubro, o Ministério cedeu na avaliação dos professores pelos pais (só se for aceite pelos visados), admitiu extinguir os quadros de zona pedagógica e baixou a fasquia de exigência no acesso à carreira de professor titular (escalão máximo), mas exigiu como contrapartida o fim das acções de protesto. Os sindicatos “não cederam à chantagem” e as negociações terminaram sem acordo.
Na última reunião, o Ministério admitiu que os professores no topo de carreira passem automaticamente a titulares (cedendo na exigência de uma prova) e aceitou que as faltas por doença do próprio ou de filho menor de dez anos não contem para efeitos de avaliação. Os sindicatos não aceitaram a proposta.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)