Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Última viagem para o Funchal

Foi com "tristeza" que o comandante Monteiro Marques, director de linha, encerrou ontem as operações de embarque para a última partida do ferry espanhol ‘Volcan de Tijarafe’, de Portimão para o Funchal. Terminou a única carreira marítima de passageiros entre o continente e a Madeira.
30 de Janeiro de 2012 às 01:00
Ferry do armador espanhol Armas partiu ontem pela última vez de Portimão para a Madeira
Ferry do armador espanhol Armas partiu ontem pela última vez de Portimão para a Madeira FOTO: Miguel Veterano Júnior

"Acaba devido a dificuldades no porto do Funchal", explicou Monteiro Marques, sublinhando que "esta linha era um serviço público". Sentado na sala de embarque, o madeirense Vasco Silva, passageiro habitual, de 46 anos, culpa o Governo Regional da Madeira por ter "fechado as portas" e explica as dificuldades referidas pelo comandante. "Descarregar um camião do ferry, em Portimão, custa 11 euros em taxas. No Funchal, custa 125 euros."

O fim do ferry "é uma péssima notícia", disse ao CM fonte oficial da presidência da Câmara de Portimão. A mesma fonte acrescentou estar em causa um "factor de coesão nacional", recordando o transporte de máquinas pelo mesmo ferry "na altura das intempéries na Madeira.

A linha semanal Canárias-Funchal--Portimão-Funchal-Canárias começou em Junho de 2008. Transportou desde então, entre Portimão e a Madeira, 95 mil passageiros e 51 mil veículos. 

PORTIMÃO LIGAÇÃO FUNCHAL BARCO CARREIRA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)