Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Último arguido do processo Hells Angels em prisão preventiva passa a domiciliária

Alteração da medida de coação de Dirke Baete ocorreu por decisão do juiz de instrução Carlos Alexandre.
Lusa 23 de Julho de 2020 às 19:42
O belga Dirk Baete, o único dos 89 arguidos do processo Hells Angels que se encontrava em prisão preventiva, beneficiou hoje da atenuação da medida de coação para prisão domiciliária, revelou à Lusa o seu advogado, Correia de Almeida.

A alteração da medida de coação de Dirke Baete para prisão domiciliária, sem pulseira eletrónica, ocorreu por decisão do juiz de instrução Carlos Alexandre depois de, nas suas alegações, Correia de Almeida ter alertado para a "injustiça" que constituía o facto de o seu cliente ser o único arguido em prisão preventiva, apesar de o Ministério Público reconhecer, no decurso do processo, que já não existia alarme social.

A mudança na medida de coação de Dirk Baete foi tomada no último dia de sessões do debate instrutório do caso Hells Angels, em que o juiz Carlos Alexandre marcou para 08 de outubro a leitura do despacho instrutório, que irá determinar se arguidos vão ou não a julgamento.

Carlos Alexandre Lusa Dirk Baete Correia de Almeida crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)