Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Um mês para pedir 162 milhões

Terminou o suspense que durante um mês levou os franceses a interrogarem-se: "Quem é que não reclama o maior prémio de sempre do Euromilhões entregue em França?" A entidade de jogos daquele país – Française des Jeux – revelou que o jackpot de 162 milhões de euros, sorteado a 13 de Setembro, foi reclamado na quinta-feira, 13 de Outubro. O euromilionário explicou à Française des Jeux por que demorou tanto tempo a reclamar o prémio: "Precisou de um mês para interiorizar que estava rico." Agora, é dono da 250ª maior fortuna de França.
17 de Outubro de 2011 às 01:00
Apostador deixou de ganhar 400 mil euros, só em juros, ao demorar um mês para reclamar o prémio
Apostador deixou de ganhar 400 mil euros, só em juros, ao demorar um mês para reclamar o prémio FOTO: Diogo Pinto

O tempo que levou a reclamar os 162 milhões de euros não permitiu que este jogador ganhasse mais alguns milhares: a uma taxa de juro de três por cento/ano, os milhões já teriam rendido 400 mil euros.

Uma teia de silêncio rodeia a figura do segundo maior prémio entregue até hoje no Euromilhões. A Française des Jeux apenas informou que o premiado é um jogador regular, não referindo sequer o sexo ou a região onde reside.

O sorteio de amanhã do Euromilhões tem um primeiro prémio de 34 milhões de euros. O maior prémio de sempre foi entregue a um casal escocês, que no sorteio de 12 de Julho ganhou 185 milhões de euros.

APOSTADOR FRANÇA EUROMILHÕES PRÉMIO JACKPOT
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)