Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Uma luta pelos deficientes

Quando, no fim da manhã, chegar a Faro, após ter percorrido 300 quilómetros sozinho num triciclo, Nuno Reis alcançará o seu objectivo.
10 de Julho de 2009 às 00:30
Nuno viajou de Lisboa a Faro
Nuno viajou de Lisboa a Faro FOTO: Nuno Jesus

"Quero chamar a atenção para os direitos dos deficientes. Merecemos mais empregos, melhores acessibilidades e ajudas económicas", reclama Nuno, 34 anos, vítima de um acidente de viação, aos 20, que o deixou em coma três meses e meio e incapacitado 97%. "Consegui um emprego [jardineiro]. Faço este sacrifício, para alertar para a falta de apoios", diz.

Após cinco etapas – Santa Iria da Azóia-Grândola (segunda-feira), Grândola-Ourique (terça), Ourique-Messines (quarta), Messines-Almancil (quinta) e Almancil-Faro (hoje), Nuno diz que "o símbolo do meu Benfica ajudou a superar o calor e as subidas".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)