Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Urnas recebidas com lágrimas

Foi com as lágrimas nos olhos e um grande sentimento de injustiça que centenas de pessoas se juntaram ontem ao fim da tarde nos concelhos de Ferreira do Zêzere, Ourém e Tomar, para testemunhar a chegada dos corpos dos seis trabalhadores mortos quinta-feira, no acidente em Espanha.

9 de Novembro de 2008 às 00:30
Populares e familiares esperavam ontem as urnas dos seis operários mortos no acidente em Espanha
Populares e familiares esperavam ontem as urnas dos seis operários mortos no acidente em Espanha FOTO: Rui Miguel Pedrosa

As urnas saíram de Palência em carros funerários espanhóis até Coimbra, onde foram transferidas para viaturas das agências portuguesas e encaminhadas para as localidades de origem.

Só no caso de António e Telmo Lopes, pai e filho, os familiares preferiram não fazer o prolongamento e os caixões foram transportados directamente até à Casa Mortuária de Caxarias por uma funerária de Espanha. À chegada, estava uma equipa de bombeiros, preparada para fazer a guarda de honra.

Em Rio de Couros, Ourém, as urnas de António Mendes Coelho e Luís Filipe Antunes foram colocadas lado a lado e as famílias receberam algumas palavras de conforto do presidente da Câmara Municipal. "São momentos inesperados e dolorosos, só posso desejar que Deus vos proteja e ajude", afirmou David Catarino.

O executivo mobilizou três psicólogos para dar apoio às famílias de quatro das vítimas mortais.

Os funerais realizam-se hoje, a partir das 09h00. As primeiras exéquias, de António e Telmo Lopes, são em Caxarias. Às 12h30 vai a enterrar António da Conceição, em Tomar, e às 13h30, Agostinho Antunes, em Chãos, Ferreira do Zêzere. As vítimas de Rio de Couros serão sepultadas às 16h00.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)