Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Usa faca para violar prostituta

Sara (nome fictício) marcou o encontro com o cliente para as 20h00 de segunda-feira, na sua casa, na Estrada de Benfica, em Lisboa. Mas, mal abriu a porta ao homem, que lhe tinha telefonado após ver um anúncio, a prostituta de 26 anos foi logo ameaçada com uma faca. Com a arma apontada ao pescoço, foi violada e brutalmente agredida.
31 de Dezembro de 2009 às 00:30
Vítima foi agredida em casa e disse às autoridades que, apesar de ter gritado, vizinhos não a socorreram
Vítima foi agredida em casa e disse às autoridades que, apesar de ter gritado, vizinhos não a socorreram FOTO: Rui Filipe Moreira

Os actos sexuais a que foi forçada foram ainda gravados por telemóvel, com a promessa aterradora de que iriam ser publicados na internet. Depois disso, o agressor, que aparenta ter cerca de 30 anos, pôs-se em fuga e não mais foi visto. A mulher fez queixa à PSP e agora, segundo fonte policial, o caso foi entregue à PJ.

Ao que o CM apurou, a prostituta diz ter sido obrigada a praticar sexo oral e vaginal, não reagindo contra o agressor "por medo de ser morta". Disse ainda ter gritado na esperança de os vizinhos a ouvirem, mas ninguém lhe prestou auxílio. A mulher diz que o atacante não a assaltou nem levou nada da casa.

‘Sara’ foi levada pelos agentes da PSP ao Hospital de Santa Maria para fazer os testes médico-legais. A investigação prossegue.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)