Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Utentes protestam encerramento da linha do Tâmega

Algumas centenas de pessoas manifestaram-se este sábado, na Livração, em Marco de Canaveses, contra o encerramento da linha do Tâmega. Os manifestantes aprovaram uma moção a exigir a reposição de transportes alternativos de autocarro assegurados pela CP.

21 de Janeiro de 2012 às 18:58
Manifestantes defendem ligação mais rápida e económica entre localidades
Manifestantes defendem ligação mais rápida e económica entre localidades FOTO: Lusa

Representantes da comissão de utentes, acompanhados por presidentes de juntas de freguesia, puseram à consideração popular a moção, que se propõem enviar ao Presidente da República, ao Governo e à Assembleia da República, aprovada por unanimidade.  

José Gonçalves, porta-voz da comissão, reafirmou que aquela via-férrea, com 12 quilómetros, entre Amarante e a Livração, no concelho do Marco de Canaveses, era a ligação mais rápida e económica entre as duas localidades. 

Segundo o activista, os utentes da linha ficaram sem alternativas de transporte, sobretudo depois de a CP ter acabado, no dia 31 de Dezembro, com o autocarro que assegurava a ligação desde a suspensão de circulação ferroviária na linha do Tâmega.  

José Gonçalves reafirmou críticas à câmara de Amarante, acusando o seu presidente de "subserviência face ao poder central".   

Apesar dos protestos dos populares, o autarca António Ricardo, presidente da junta de Vila Caiz, lembrou que, com o apoio da câmara de Amarante, tinham sido há poucos dias desbloqueados transportes alternativos para alguns lugares servidos anteriormente pela linha férrea.  

Entretanto, a comissão de utentes da linha do Tâmega também já enviou para a Assembleia da República uma petição popular, com mais de 400 assinaturas, a solicitar aos deputados a análise da eventual reabertura da linha do Tâmega.  

Desde o início de Janeiro, a deslocação dos alunos de Amarante afectados pelo fim dos transportes alternativos da CP na linha do Tâmega é assegurada por um operador comercial, sem encargos adicionais para os estudantes, revelou fonte da empresa.

Marco de Canaveses Transportes Manifestação Amarante Activista José Gonçalves CP António Ricardo
Ver comentários