Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Vaga de assaltos a casas de emigrantes em freguesia de Ponte da Barca

Acesso às moradias tem sido feito através de janelas e portas, que são alvo de arrombamento.
Ana Isabel Fonseca 18 de Fevereiro de 2021 às 18:40
Detido foi transportado para as instalações da GNR
Detido foi transportado para as instalações da GNR FOTO: Ricardo Almeida
Pelo menos 19 casas pertencentes a emigrantes foram assaltadas desde o início do ano na freguesia de Santiago de Vila Chã em Ponte da Barca. A informação foi confirmada ao Correio da Manhã pelo presidente da União de Freguesias de Vila Chã, Paulo Sousa, que dá conta do furto de vários bens. "Levam tudo o que encontram. Desde computadores, televisões, bebidas", disse o autarca ao CM, acrescentando que um dos objetivos dos ladrões seria tentar encontrar dinheiro nas moradias.  

As casas não estão habitadas durante grande parte do ano, sendo por isso um alvo fácil. O acesso às moradias tem sido feito através de janelas e portas, que são alvo de arrombamento. "Antigamente registava-se um ou outro assalto, mas agora tem sido demais. Isto gera insegurança naturalmente", explicou Paulo Sousa, que deu ainda nota de que a GNR está já a investigar esta vaga de assaltos. O último furto ocorreu na terça-feira.
Ver comentários