Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Ia cuidar de idoso e morreu colhida na Linha do Norte. 'Mariazinha' tinha 79 anos

Mulher foi atropelada por um comboio no apeadeiro da Aguda, em Vila Nova de Gaia.
Paulo Jorge Duarte 5 de Fevereiro de 2020 às 08:44
Maria Sousa
Corpo foi removido pelos bombeiros para autópsia
Maria Sousa
Corpo foi removido pelos bombeiros para autópsia
Maria Sousa
Corpo foi removido pelos bombeiros para autópsia
"Ela passava por aqui todos os dias para ir trabalhar. É um momento muito triste para nós, amigos e vizinhos." O lamento é de Ana Ferreira, amiga de Maria Sousa, de 79 anos, que morreu, esta terça-feira de manhã, após ser colhida por um comboio, no apeadeiro da Aguda, em Vila Nova de Gaia, junto à avenida Jorge Correia. A vítima passava pela Linha do Norte quando se deslocava a pé até uma casa, onde cuidava de um idoso, de 80 anos, a poucos metros do local do acidente fatal.

Maria Sousa tinha dificuldades de mobilidade e problemas de audição. Não se terá apercebido da aproximação do comboio. "A Mariazinha [alcunha por que era conhecida na zona] ouvia mal e usava um aparelho auditivo. Não sei se o estaria a usar porque ainda não tinha falado com ela hoje [esta terça-feira]", contou Ana Ferreira. "Às vezes passava por mim, quando ia tratar do idoso, e dizia que tinha de voltar a casa porque se tinha esquecido do aparelho", acrescentou a amiga da vítima mortal.



O alerta para o acidente foi dado pelas 07h30 para os Bombeiros da Aguda e os Sapadores de Gaia. Após ser colhida pelo comboio, Maria Sousa entrou em paragem cardiorrespiratória e não resistiu à gravidade dos ferimentos. O óbito foi confirmado no local pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Gaia.

O cadáver foi removido pelos Bombeiros da Aguda para autópsia. PSP e GNR estiveram no local. A circulação ferroviária esteve cortada na Linha do Norte durante cerca de uma hora.
Ver comentários