Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

“Vamos apostar nos meios electrónicos”

D. Pio Alves de Sousa, Presidente da Comissão Episcopal da Cultura e Comunicação Social, fala sobre o futuro e a internet
11 de Novembro de 2011 às 01:00
“Vamos apostar nos meios electrónicos”
“Vamos apostar nos meios electrónicos” FOTO: DR

Correio da Manhã – Acaba de ser eleito presidente da Comissão Episcopal da Cultura e Comunicação Social. Vai apostar numa linha de continuidade?

D. Pio Alves de Sousa – Tenciono analisar bem o panorama e traçar caminhos que, estou certo, serão de continuidade, até porque, nesta área, tem sido feito um trabalho consistente.

– A criação de um diário nacional pode voltar a ser opção?

– Não me parece que optemos por um jornal em papel. O futuro está na internet e penso que vamos apostar cada vez mais nos meios electrónicos.

– Reforçar a Agência Ecclesia?

– É prematuro pronunciar-me sobre questões que impliquem investimentos financeiros, uma vez que ainda não analisei a situação e ainda não tive oportunidade de reunir com a equipa que forma a comissão.

– Do ponto de vista pessoal, entende que a Igreja deve voltar a apostar na televisão?

– Há um debate que está sempre em cima da mesa e isso acontece desde há muito tempo: se vale a pena avançar para um diário, um semanário ou até para a televisão. Mas as coisas, e hoje mais do que nunca, têm de ser muito bem ponderadas.

– E a sua opinião?

– Na minha opinião, devemos analisar profundamente a questão em duas perspectivas: a importância do projecto; e a sua viabilidade financeira. Como sabe, não estamos em tempo de poder correr riscos ao nível económico e financeiro.

– Optarão pela ideia de estar nos meios em vez de possuir os meios, jornais ou televisão?

– É mais uma discussão que já se faz desde há alguns anos. Acho ambas importantes. No entanto, volto a referir, a criação de meios implica a componente financeira que é algo com que, inevitavelmente, temos de conta.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)