Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

“Vamos ter mais fenómenos extremos”

Adérito Serrão, Presidente do Instituto de Meteorologia, sobre os projectos Atlas Climático Ibérico e MeteoGlobal
24 de Março de 2011 às 00:30
“Vamos ter mais fenómenos extremos”
“Vamos ter mais fenómenos extremos”

Correio da Manhã – Quais as razões para os arquipélagos dos Açores e da Madeira não constarem no Atlas Climático Ibérico?

Adérito Serrão – Não entram por uma questão de continuidade espacial. São territórios que, tal como as Canárias em relação à Espanha, estão afastados da região continental. Açores, Madeira e Canárias já farão parte das próximas versões do Atlas Climático Ibérico.

– Em que outros projectos estão a trabalhar o Instituto de Meteorologia e a Agência Estatal de Meteorologia de Espanha?

– Este foi o primeiro do Centro Ibérico de Meteorologia. Também estamos a trabalhar nos modelos que nos vão permitir definir melhor a Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas que está a ser reavaliada.

– Já tem dados que permitam perceber como serão os próximos anos em Portugal?

– Estamos numa fase de análise de dados que confirmam nos próximos 30 anos aquilo que são as tendências das alterações climáticas para a região Sul da Europa e em particular Portugal.

– Que tendências são essas?

– Menor precipitação, maior concentração da precipitação no Inverno e aumento da temperatura média. Nos próximos 30 anos vamos ter mais fenómenos extremos, como ondas de calor, períodos de chuva e vento fortes.

– Como vai funcionar o projecto MeteoGlobal?

– Existe um site para onde os cidadãos podem enviar fotos ou vídeos, com um relato do que assistiram, de forma a melhorarmos a nossa capacidade de resposta e análise dos fenómenos de pequena escala.

– Qual o papel do IM?

– Todas as comunicações serão validadas por um meteorologista que irá elaborar um relatório sobre o evento. É uma forma de alargarmos a rede, uma vez que não temos uma malha tão apertada na nossa rede de estações que permita registar fenómenos à escala local.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)