Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Vândalos varrem a praça do Peixe

Os donos dos bares da praça do Peixe, em Aveiro, querem medidas para evitar os sucessivos desacatos que, segundo eles, afastam os bons clientes. Na madrugada de domingo, dois jovens foram detidos, depois de mais uma cena de pancadaria em que um polícia e um advogado, de 33 anos, acabaram por ser agredidos.
31 de Maio de 2011 às 00:30
Agressões e esplanadas destruídas já não surpreendem os donos dos bares da praça do Peixe
Agressões e esplanadas destruídas já não surpreendem os donos dos bares da praça do Peixe FOTO: direitos reservados

Os suspeitos, de 17 e 24 anos, já são velhos conhecidos da PSP e dos comerciantes por causa das frequentes cenas de pancadaria em que estão envolvidos, juntamente com o seu grupo, apurou o CM junto de um comerciante que pediu anonimato.

"Agora até há mais polícia, mas, ainda assim, insuficiente", contou a mesma fonte. São assaltos, quase diários, em particular aos estudantes universitários, e agressões. "Quem também sofre na pele somos nós, porque os bons clientes afastam-se, porque por aqui só vêem drogados e vândalos", critica outro empresário.

Por causa dos constantes desacatos na praça do Peixe, a Associação Comercial de Aveiro reuniu-se, no ano passado, com a PSP, que passou a vigiar mais o local, mas, afirmam os comerciantes, ainda assim insuficientes.

"Quando a polícia está por perto eles acalmam, mas é complicado ter um agente em cada esquina", admitem os empresários. Segundo os donos dos bares, os desacatos têm quase sempre os mesmos grupos como intervenientes. "São jovens que vêm para aqui só com o propósito de provocar." Agressões e esplanadas destruídas é algo que já não surpreende ninguém na praça do Peixe.

Desta vez, PSP e advogado foram agredidos, acabando por não necessitar de tratamento hospitalar. 

AVEIRO PRAÇA PEIXE VANDALISMO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)