Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Vela acesa causa fogo em jazigo

A tarde de Natal começou agitada para os Bombeiros Voluntários da Aguda, em Vila Nova de Gaia. Ontem, cerca das 14h00, um incêndio no cemitério de Arcozelo destruiu por completo um jazigo familiar. As chamas, que terão sido provocadas por uma vela deixada propositadamente acesa, não chegaram a atingir os caixões.
26 de Dezembro de 2011 às 01:00
Os danos são visíveis no jazigo familiar que foi ontem atingido pelas chamas
Os danos são visíveis no jazigo familiar que foi ontem atingido pelas chamas FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Aquela corporação foi chamada ao local por algumas pessoas que vivem perto do cemitério. O fumo intenso alertou os moradores, que ficaram assustados. No entanto, os danos foram apenas materiais.

Ao que o CM conseguiu apurar, o incêndio terá sido provocado por um círio pascal com pelo menos 30 centímetros que terá sido colocado por um familiar no jazigo pouco tempo antes.

As chamas propagaram-se a um pano e rapidamente se alastraram a uma estátua e também às paredes do monumento funerário, que também ficaram bastante danificadas.

A hipótese de se tratar de fogo posto foi imediatamente afastada pelos bombeiros, que deram o incêndio como extinto em poucos minutos.

O fogo não chegou aos vários caixões que se encontravam no interior dos túmulos.

GAIA CEMITÉRIO VELA JAZIGO INCÊNDIO BOMBEIROS CAIXÕES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)