Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Venda de égua acaba com pai e filho feridos

Uma disputa em família por causa da venda de uma égua acabou, segunda-feira à noite, em Mazes, Lazarim, concelho de Lamego, com um homem a agredir à facada o pai e um irmão, que sofreram ferimentos ligeiros.
29 de Março de 2006 às 00:00
A família Oliveira estava reunida, pelas 22h00, quando dois irmãos se envolveram numa zaragata por causa do animal.
Mário Oliveira, 28 anos, desempregado, autor das facadas, discordou do irmão, que há muito tempo insistia para que o pai vendesse a égua. “Mas eu, como gosto muito dela, sempre teimei para não a venderem”, explicou o agressor.
No calor da discussão, Nuno agrediu Mário com dois murros na cara e ainda o tentou atingir com um pau. Nessa altura, o agressor pegou numa faca e golpeou Nuno Oliveira, no abdómen. O pai de ambos, Aurélio Oliveira, ao tentar evitar que os filhos continuassem a brigar, colocou-se entre ambos e foi ferido num braço.
As duas vítimas foram tratadas aos ferimentos no Hospital Distrital de Lamego e a GNR tomou conta da ocorrência.
Ver comentários