Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

VENDIAM DROGA EM CAFÉS

A PSP de Almada apreendeu anteontem mais de dez mil doses individuais de haxixe e cocaína encontradas, em parte, no interior de dois cafés da zona velha da cidade, que serviam de ponto de venda. A operação, realizada em vários pontos do concelho, levou ainda à detenção de 18 pessoas, elementos de uma rede de narcotráfico.
30 de Maio de 2003 às 00:00
Parte do haxixe e da cocaína apreendido na operação foram encontrados em dois cafés da zona velha de Almada
Parte do haxixe e da cocaína apreendido na operação foram encontrados em dois cafés da zona velha de Almada FOTO: Manuel Moreira
O desfecho de quarta-feira foi conseguido após cerca de um ano de investigações, impulsionadas pelas denúncias feitas à PSP por residentes na zona velha de Almada. "O que as pessoas, na sua maioria idosos, diziam é que a constatação da venda de droga na zona criava um sentimento de insegurança, acentuado pelos pequenos furtos ocorridos", explicou ao CM uma fonte policial.
Foi com base neste cenário que a Esquadra de Investigação Criminal (EIC) da Divisão de Almada da PSP lançou mãos à obra, efectuando uma série de investigações e vigilâncias, que permitiram chegar à identificação de dezoito pessoas.
Os suspeitos, residentes em vários pontos de Almada, e também na Costa de Caparica, tinham profissões "consideradas normais", encontrando-se entre eles dois proprietários de cafés, na parte velha da cidade. Estes estabelecimentos foram, de resto, identificados como "pontos fulcrais de venda de estupefacientes".
Assim, depois de se munirem de 15 mandados de busca a residências, e de dois a estabelecimentos comerciais, passados pelo Tribunal de Almada, quarenta agentes da PSP lançaram para o terreno a operação 'Almada Limpa'.
Individualmente, os alvos escolhidos foram sendo detectados, tendo apenas sido encontrados alguns focos de fraca resistência. "O factor surpresa foi aposta ganha. Apenas numa situação foi encontrado um indivíduo com um revólver na mão, mas que também foi prontamente dominado", referiu a mesma fonte.
Os detidos, 16 homens e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 20 e os 60 anos, mantinham entre si ligações de amizade, obedecendo o grupo às ordens de sete dos elementos. "Estes indivíduos, um dos quais cabo-verdiano, todos eles já com ligações prévias ao tráfico, ditavam os passos da rede", acrescentou.
No final, dez mil doses de haxixe e 1150 de cocaína, de valor estimado em cerca de 15 mil euros, foram apreendidos. Para além disso, 15 mil euros em dinheiro, quatro armas de vários calibres, e igual número de automóveis, foram também parar às mãos da Polícia. Os detidos são hoje ouvidos no Tribunal de Almada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)