Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

VÉNUS DANÇA PARA O SOL

Um pontinho negro a deslocar-se em frente do Sol. O pontinho negro é o planeta Vénus e os portugueses podem seguir-lhe o movimento amanhã, entre as 06h20 e as 12h25 (menos uma hora nos Açores). Quem não estiver atento perderá a oportunidade de observar o fenómeno, chamado 'Trânsito de Vénus', que só em 2117 vai repetir-se.
7 de Junho de 2004 às 00:00
O planeta Vénus vai passar à frente do Sol. É um fenómeno que só se pode ver uma vez na vida
O planeta Vénus vai passar à frente do Sol. É um fenómeno que só se pode ver uma vez na vida FOTO: d.r.
Embora observável a olho nu - sem recurso a telescópios, por exemplo - importa proteger a vista, mediante a utilização de óculos especiais, vendidos nas farmácias. O astrónomo Rui Jorge Agostinho alerta: "Olhar directamente para o Sol ainda é mais perigoso do que durante um eclipse solar, pois supõe-se que as pessoas façam esforço para acompanhar o movimento de Vénus e este dura seis horas."
Mesmo com os óculos, recomenda-se que a observação da travessia não se prolongue por mais de dois minutos. A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia irá aconselhar e encaminhar, através da Linha de Saúde Pública (80821311 - chamada local), as pessoas que apresentem quaisquer sintomas passíveis de associar à observação directa do Sol.
DE SUDOESTE PARA NORDESTE
Amanhã o Sol nasce às 06h12. Pouco depois, às 06h20 ocorrerá o primeiro contacto de Vénus com o disco solar. O segundo, quando o planeta entra inteiro no Sol, produzir-se-á às 06h40.
A travessia, de Sudoeste para Nordeste, processa-se durante toda a manhã. O terceiro contacto, que marca o início da saída ocorrerá às 12h06 e o quarto, quando Vénus abandona o astro-rei, às 12h25.
O local privilegiado de observação é o Norte de Portugal e quanto mais a Leste melhor. Nas regiões da Madeira e nos Açores só serão visíveis as fases intermédia e final da travessia empreendida por Vénus.
De Norte a Sul do País haverá sessões públicas, organizadas por instituições científicas e de ensino, para observar e explicar o fenómeno.
O próximo "trânsito" ocorrerá a 6 de Junho de 2012, mas não será visível em Portugal. O seguinte será a 10 de Dezembro de 2117.
SESSÕES PÚBLICAS
EM LISBOA
O ‘Trânsito de Vénus’ poderá ser observado com telescópios no pavilhão do Observatório Astronómico de Lisboa, na Tapada da Ajuda, a partir das 08h00, e no Pavilhão do Conhecimento.
PELO PAÍS
Outras sessões públicas decorrerão no Visionarium de Santa Maria da Feira (Europarque), no Campo da Vinha, em Braga, na ES/3 de Barcelinhos (Núcleo de Astronomia de Barcelinhos)e na Associação de Física da Universidade de Aveiro.
INTERNET
O programa ‘Ciência Viva’ associou-se à iniciativa conjunta da Fundação Navegar e do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto para divulgar o fenómeno, nomeadamente através do site http://www.tv2004.org.
CONCURSO VÍDEO
O Observatório Europeu do Sul promove um concurso de vídeo, fotografia e desenho dedicado ao ‘Trânsito de Vénus’.
A PARTIR DO ESPAÇO
O Observatório Europeu do Sul divulgará imagens do fenómeno captadas na Europa e no espaço, com recurso a satélites da Agência Espacial Europeia, no site http://www.vt2000.org.
Ver comentários