Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Verão contou com mais touradas apesar das polémicas contra tauromaquia

Julho e agosto viram o número de espetáculos tauromáquicos aumentar em relação a anos anteriores.
SÁBADO 22 de Setembro de 2019 às 14:32
Tourada
Tourada
Tourada
Tourada
Tourada
Tourada

Proibição de touradas, interdições de praças de touros, manifestações anti-touradas e o possível fim das touradas de morte em Barrancos: são muitas as posições contra a tauromaquia demonstradas no último ano mas a indústria parece não estar a ser afetada. De acordo com o Público, os meses de julho e agosto registaram mais espetáculos tauromáquicos em relação ao ano anterior.

Os dados, indicados pelas Inspeção-Geral das Atividades Culturais (IGAC), revelam que decorreram 151 touradas em Portugal Continental até ao dia 15 de setembro – 133 em praças fixas e 18 em praças ambulantes.

Destes, a maior parte aconteceu no mês de agosto (52) – um aumento em relação a 2017 e 2018, quando apenas aconteceram 49 touradas nesse mesmo mês. O mesmo acontece relativamente a julho, com 21 touradas, um aumento relativamente às 18 de 2018.

A IGAC não consegue ainda "lançar todos os dados" no que diz respeito a espetadores mas, para o secretário-geral da PróToiro, Hélder Milheiro, os números revelam "a força da tauromaquia em Portugal".

Do outro lado da moeda, Sérgio Caetano, presidente da Plataforma Nacional para a Abolição das Touradas (Basta), diz que a culpa da realização de espetáculos tauromáquicos é da IGAC e que "se a lei fosse cumprida, cerca de 90%" não se realizavam.

Barrancos IGAC artes cultura e entretenimento touradas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)