Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Videoconferência liga reclusos a familiares

Os reclusos detidos nos estabelecimentos prisionais dos Açores vão poder comunicar com os familiares residentes nos Estados Unidos através do sistema de videoconferência. Esta é uma das novidades que o ministro da Justiça, Alberto Costa, apresenta hoje durante uma curta visita ao arquipélago que tem como principal objectivo a resolução dos graves problemas no parque penitenciário açoriano, com taxas de sobrelotação acima dos 200 por cento.
7 de Setembro de 2007 às 00:00
“Vamos ocupar-nos da renovação do parque penitenciário e concretamente da construção da nova prisão de Angra do Heroísmo, onde pensamos investir cerca de 16 milhões de euros”, disse ontem o ministro da Justiça. De acordo com dados dos serviços prisionais, a actual prisão tem uma lotação máxima para 31 pessoas, mas alberga 80 reclusos.
Em relação à videoconferência, Alberto Costa sublinhou que os novos equipamentos permitirão o “diálogo entre os reclusos e os seus familiares residentes nos Estados Unidos, superando, assim, um grande problema de contacto que se faz sentir em termos muito vivos nos Açores”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)