Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Vingança no café por sova mortal

Porta destruída, vidros partidos e paredes negras com o fumo. Era este o cenário, na manhã de ontem, no café Slávia, na rua S. João de Brito, em Ramalde, no Porto. O ataque foi realizado cerca das 23h00 de anteontem, com o estabelecimento fechado, e estará ligado às agressões, naquele local, que precederam a morte de um homem, na quinta-feira.

19 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Café Slávia destruído, à noite, por vingança após agressões a André Almeida, que viria a morrer, horas mais tarde, vítima de ataque cardíaco
Café Slávia destruído, à noite, por vingança após agressões a André Almeida, que viria a morrer, horas mais tarde, vítima de ataque cardíaco FOTO: Ana Mendes

"Vimos um grupo de 30 rapazes a correr na rua em direcção ao café e, quando lá chegaram, atiraram ‘cocktails molotov’. A seguir, fugiram todos. Ficou toda a gente em pânico aqui na zona. Depois, vieram os bombeiros ea polícia e fecharam a rua, porque havia muito fumo", descreveu um vizinho, que preferiu o anonimato.

Entre os moradores, não há dúvidas: foi uma vingança. À porta do café, na madrugada de quinta-feira, André Almeida foi sovado – com uma soqueira, e ao murro e pontapé – por um grupo de cinco homens. Ainda foi levado para o Hospital de Santo António, onde viria a falecer várias horas após as agressões. Segundo garantiu fonte daquela unidade, o homem, de 33 anos, foi vítima de um ataque cardíaco irreversível. "Mataram o meu André e eu agora quero justiça" disse então ao Correio da Manhã, Judite Santos, mãe da vítima.

DESTRUIÇÃO SOVA MORTE ÓBITO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)