Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Viola e humilha idosa deficiente

Um jovem de 18 anos está acusado de violar uma mulher, deficiente mental, de 72 . Também o irmão, de 20 anos, é suspeito de abusar sexualmente da mesma vítima, em Paredes.

15 de Outubro de 2012 às 01:00
VIOLAÇÃO, ABUSOS SEXUAIS, PAREDES
VIOLAÇÃO, ABUSOS SEXUAIS, PAREDES FOTO: Ricardo Cabral

Segundo a acusação do Ministério Público, os crimes decorriam desde 2009, mas assumiram o auge da violência numa madrugada de Junho de 2010. Os irmãos, então com 16 e 18 anos, escalaram o muro das traseiras da casa da vítima, no concelho de Paredes, e entraram pela janela do quarto onde dormia.

O mais novo despiu a mulher e obrigou-a a relações sexuais. Depois, foi a vez de Alexandre abusar da vítima. No final, Filipe ainda agrediu a septuagenária com socos e, de seguida, despejou-lhe detergente de lavar a loiça em cima da cabeça.

A violação só seria descoberta quando, na manhã seguinte, a mulher se deslocou ao centro de dia no qual é utente e contou o que tinha acontecido. Os exames posteriores, efectuados no Hospital Padre Américo, em Penafiel, confirmaram o crime.

Oriundos de uma família disfuncional, Filipe e Alexandre Silva estiveram institucionalizados na Casa do Vale, no Porto. Aliás, Filipe, diz o MP, esteve envolvido num caso de violação a um rapaz daquela instituição.

O julgamento de Filipe, por crimes de violação, abuso sexual de pessoa incapaz de resistência - na forma continuada - e ofensa à integridade física, e de Alexandre, por abuso sexual de incapaz de resistência - na forma continuada -, começa quarta-feira. Estão ambos em liberdade.

VIOLAÇÃO ABUSOS SEXUAIS PAREDES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)