Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Viola menor oito vezes e exige-lhe segredo

Vítima, de 13 anos, estava a tomar conta do filho do arguido quando foi forçada a manter relações sexuais.
Ana Isabel Fonseca 20 de Fevereiro de 2017 às 01:30
Abuso de menor
Abuso de menor
Abuso de menor
Abuso de menor
Abuso de menor
Abuso de menor
A menina, de 13 anos, costumava tomar conta de um outro menor, de cinco anos, filho de um casal amigo da sua família. E foi num dos momentos em que estava apenas com a criança e o pai daquela, num apartamento em Matosinhos, que o crime ocorreu. O homem, de 38 anos, agarrou a menor à força e violou-a num quarto. Entre setembro de 2014 e julho de 2015, a menor foi obrigada a manter relações sexuais mais sete vezes.

O Ministério Público de Matosinhos deduziu agora acusação contra o homem, que responde por oito crimes de violação na forma agravada. O arguido, que é motorista num empresa de autocarros, está em liberdade.

"O arguido não se coibiu de praticar os atos descritos ofendendo o sentimento de criança/adolescente da menor e a sua inocência", lê-se na acusação do Ministério Público.

O processo revela que o arguido exigiu sempre à menor que mantivesse tudo o que se passava em segredo. A menina acedeu, uma vez que sentiu muito medo e vergonha na sequência dos crimes. A mãe da menor começou a estranhar o seu comportamento agressivo. Confrontou a menina, que revelou que era violada. Os crimes ocorriam sempre no apartamento onde o arguido, que é casado, vivia.

Ouvido no inquérito, o suspeito confessou que manteve sexo com a menor, mas alegou que tais atos não foram forçados. A acusação diz, no entanto, que a vítima chorou e gritou para evitar ser violada.
Matosinhos Ministério Público de Matosinhos Ministério Público polícia violação
Ver comentários