Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Violação e roubo condenam três

Paulo, Fábio e José Carlos, o trio acusado de, no início do ano, ter sequestrado e roubado duas mulheres e de ter violado uma delas foi ontem condenado pelo Tribunal de Aveiro a penas de prisão que variam entre os sete anos e meio e os 10 anos. Dois dos arguidos, acusados de dois crimes de sequestro, só foram condenados por um crime. A defesa admite recorrer.

3 de Novembro de 2010 às 00:30
Um dos três arguidos à chegada ao Tribunal de Aveiro, onde foram julgados
Um dos três arguidos à chegada ao Tribunal de Aveiro, onde foram julgados FOTO: Joana Neves Correia

"Num dos casos, os arguidos só retiveram a vítima o tempo suficiente para efectuar o roubo. Não se considerou que fosse sequestro. Enquanto no outro privaram a vítima da liberdade durante mais de uma hora", explicou o juiz. No entanto, o advogado de defesa diz que "o crime de roubo deveria consumir o de sequestro nos dois casos", por isso admite recorrer da decisão.

Os três arguidos, com idades entre os 22 e os 33 anos, estão em prisão preventiva. José Carlos, o único acusado de violar uma das vítimas, foi quem teve uma pena de prisão mais baixa – sete anos e meio – por só ter participado num roubo. Embora sempre tenha negado a violação, o testemunho da vítima convenceu o colectivo de juízes. No final, José chorou agarrado à companheira.

A pena de Paulo ficou fixada nos dez anos e a de Fábio nos oito. O juiz deixou um conselho aos condenados: "Vocês são novos e, com bom comportamento prisional, podem ver a vossa pena bastante reduzida".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)