Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Violada por ex-marido de quem tentou fugir

Vítima escondeu-se em casa dos pais, mas foi encontrada por agressor, que a espancou e violou, em Espinho.
Liliana Rodrigues 24 de Outubro de 2019 às 01:30
Abusos
Violação, xxx
Abusos
Violação, xxx
Abusos
Violação, xxx
Durante os anos que se manteve em casa, em Espinho, foi várias vezes espancada pelo marido. Apresentou queixas na GNR e na PSP por violência doméstica, mas o agressor nunca chegou a ser detido pelas autoridades policiais.

Há cerca de dois meses, a mulher, de 54 anos, fugiu e refugiou-se num anexo da casa dos pais. Na segunda-feira, foi violada e espancada pelo ex-marido, depois de ter forçado a entrada na casa da vítima.

O violador, empregado fabril de 56 anos, foi detido pela Policia Judiciária do Porto. Está indiciado de dois crimes: violação e violência doméstica. Passou duas noites detido nos calabouços da PJ do Porto e esta quarta-feira vai ser presente ao tribunal de Santa Maria da Feira para primeiro interrogatório judicial com o juiz de instrução criminal. Só no final serão aplicadas as medidas de coação.

A vítima teve de receber tratamento hospitalar e foi sujeita a exames médico-legais, que confirmam ter sido violada. Sofreu vários hematomas e escoriações em todo o corpo devido às agressões físicas a que foi sujeita antes e depois de ter sido violada.

O empregado fabril surpreendeu a ex-mulher no anexo onde estava a residir e estroncou a porta do local, surpreendendo a vítima em casa. Ainda gritou por socorro, mas ninguém se apercebeu do desespero da mulher. Foi logo agredida a murro e pontapé, tendo sido manietada e amordaçada pelo homem que depois de cometer o crime fugiu do local.
Porto GNR Espinho PSP crime lei e justiça crime crimes sexuais crimes sexuais polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)