Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Violador imparável libertado

Referenciado por tentativa de violação, o predador, 27 anos, chegou a pedir ajuda à PSP de Vila Real para deixar de atacar mulheres. Garantiu estar desesperado e confessou que tinha tentado abusar de cinco estudantes. Foi preso em Abril do ano passado e ontem condenado, por um desses crimes, a dois anos e meio de prisão. Os juízes decidiram no entanto que deve sair da cadeia enquanto houver recursos pendentes – soltaram-no de imediato. Isto por considerem que não há perigo de continuação da actividade perigosa.
11 de Janeiro de 2012 às 01:00
Jovens eram atacadas junto à Universidade de Trás-os-Montes
Jovens eram atacadas junto à Universidade de Trás-os-Montes FOTO: Getty Images/simulação

O entendimento do colectivo de juízes do Tribunal de Vila Real também entra em contradição com os relatórios das perícias psiquiátricas realizadas ao arguido – ao revelarem que os seus ataques sexuais são compulsivos e que o predador pode voltar a abusar a qualquer instante.

O violador ataca há vários anos – tem uma longa ficha policial e ainda deverá entretanto ser deduzida acusação pelo restantes quatro crimes sexuais, uma vez que os processos foram separados do primeiro caso.

Na primeira vez em que foi apanhado, o procurador que o ouviu decidiu que o caso deveria ser tratado em processo sumário e colocou-o em prisão domiciliária. No entanto, logo nesse dia, a caminho de casa, o homem tentou violar uma idosa. A mulher desistiu da queixa e ele foi condenado a três anos e meio por outras tentativas de violação.

O abusador acabou por cumprir apenas um ano de cadeia, tendo sido libertado em Janeiro do ano passado por ordem do Tribunal de Execução de Penas. E, no espaço de apenas quatro meses, atacou cinco raparigas junto à Universidade de Trás--os-Montes, em Vila Real.

O predador sexual actuava sempre de forma violenta. Confessou à polícia que só assim conseguia excitar-se.

A uma das jovens alvo de abuso chegou a rasgar-lhe o sutiã e a queimá-la com um cigarro. Devido a problemas de erecção, nunca conseguiu no entanto consumar os actos sexuais.

PREDADOR VILA REAL JOVENS VIOLAÇÃO UNIVERSIDADE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)