Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Violam deficiente no escritório

A PSP do Seixal apanhou anteontem de manhã, em flagrante delito, dois homens de origem africana, com 20 e 23 anos, quando estes abusavam sexualmente de duas empregadas de um escritório junto ao Centro Comercial da Amora. Segundo o CM apurou, as vítimas têm 23 e 36 anos – uma delas é deficiente – e terão sido confundidas com prostitutas.
23 de Agosto de 2009 às 00:30
Vítimas, de 23 e 36 anos, foram violadas no escritório onde trabalham, junto ao Centro Comercial da Amora
Vítimas, de 23 e 36 anos, foram violadas no escritório onde trabalham, junto ao Centro Comercial da Amora FOTO: Diogo Pinto

De acordo com um segurança da área comercial contígua ao edifício, a dupla tinha estado na véspera no local "à procura de meninas". Voltaram pelas 10h30 da manhã seguinte, mas foram impedidos de entrar pelo porteiro do edifício.

No entanto, os dois começaram a tocar às várias campainhas e alguém abriu a porta do prédio. Dirigiram--se então ao sexto andar, onde bateram às portas com insistência até alguém abrir.

Uma vizinha contou ao CM que duas famílias daquele piso abriram a porta, mas "quando os dois homens explicaram o motivo da visita informaram-nos que era engano".

À terceira tentativa, as duas funcionárias da empresa de trabalho temporário foram surpreendidas. Apesar de negarem que houvesse ali qualquer prática de prostituição, a dupla forçou a entrada e fechou a porta atrás de si. Agrediram as mulheres e violaram--nas. Só foram travados pela PSP, entretanto chamada pelo porteiro. Estão detidos e vão aguardar julgamento em prisão preventiva.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)