Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Violou deficiente

É uma história de miséria. Um rapaz, de 17 anos, portador de uma deficiência mental significativa, foi abusado sexualmente por um trabalhador rural, de 37 anos, que residia nas imediações da sua casa. O alegado abusador é também ele um homem de fracos recursos, que vive num quadro geral de pobreza.
8 de Janeiro de 2009 às 00:30
O suspeito foi detido pela Polícia Judiciária de Aveiro
O suspeito foi detido pela Polícia Judiciária de Aveiro FOTO: direitos reservados

Os abusos terão ocorrido no passado Verão e a denúncia às autoridades policiais foi feita pela instituição que diariamente apoia o rapaz. Os técnicos terão percebido que algo de estranho se passava e depois de interpelarem a vítima aquele acabou por contar o que o atormentava. Disse que tinha sido violado, pelo menos em três situações distintas, nos campos da freguesia onde reside – um zona rural nas imediações da cidade de Aveiro – tendo os actos sido sempre consumados nesse local. Foi abordado pelo vizinho, que conhecia, quando deambulava sozinho durante a tarde.

Nos últimos meses, a vítima foi sujeita a diversos exames médicos que confirmaram a existência dos abusos e anteontem a Polícia Judiciária de Aveiro deteve-o.

Ontem, o suspeito, que não tem cadastro, foi presente ao juiz de instrução criminal, para ser ouvido em primeiro interrogatório. Desconhece-se a medida de coacção que lhe foi aplicada pelo magistrado judicial.

O arguido foi indiciado por três crimes de abuso sexual de pessoa incapaz de oferecer resistência. Embora a vítima já seja maior, é indiferente saber se aquela concordava ou não com os actos, já que se trata de alguém com diminuída capacidade de escolha.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)