Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Vítimas dos incêndios mostram o terror nas redes sociais

Foram várias as pessoas que registaram imagens do fogo e do trabalho dos bombeiros e partilharam os vídeos nas redes sociais.
16 de Outubro de 2017 às 11:39
Bombeiros combatem chamas na aldeia de Moinho, no incêndio da Lousã
Imagem do incêndio na Ericeira partilhada no facebook
Incêndio na Sertã
Incêndio na Sertã
Populares correm durante o incêndio que lavra em Alcabideche
Bombeiros combatem chamas na aldeia de Moinho, no incêndio da Lousã
Imagem do incêndio na Ericeira partilhada no facebook
Incêndio na Sertã
Incêndio na Sertã
Populares correm durante o incêndio que lavra em Alcabideche
Bombeiros combatem chamas na aldeia de Moinho, no incêndio da Lousã
Imagem do incêndio na Ericeira partilhada no facebook
Incêndio na Sertã
Incêndio na Sertã
Populares correm durante o incêndio que lavra em Alcabideche
Várias pessoas publicaram nas redes sociais os momentos de pânico que viveram ao se depararem com as chamas que lavram por todo o país desde domingo. 

Renato Teixeira que conduzia ontem na A17, escapou às chamas que lavravam nos dois lados da autoestrada. O vídeo mostra os momentos de pânico vividos pelo condutor, na zona de Vagos, em Aveiro. 



João Pico também partilhou o momento de aflição que viveu enquanto circulava na A8, sentido Porto - Lisboa. "Contei uns 6 incêndios, este estava mesmo na autoestrada A17 perto de Vagos...".



Tiago Moreira partilhou no Facebook, a intensidade das chamas em Pampilhosa da Serra, Arganil. 




Condutor captou em vídeo o terror da A8, na zona Oeste.



Mafalda Lírio relatou no Facebook a situação que viveu. A rapariga encontrava-se juntamente com 48 passageiros num autocarro da Transdev que fazia a ligação entre Viseu e Coimbra, no IP3. Os passageiros viveram momentos de pânico quando se viram rodeados pelas chamas."Esta noite passei pelo momento mais horrível e assustador da minha vida. Por volta das 18h30, no percurso de autocarro Viseu-Coimbra, fomos confrontados por uma parede de fogo. Incapazes de voltar atrás, o nosso condutor, o senhor Eduardo Dona de Couto, da Transdev, fez uma escolha incrivelmente corajosa e pela qual todos os passageiros daquele autocarro estão agora eternamente agradecidos", conta.  "Não podendo voltar para trás, tínhamos apenas duas opções, ficar ali parados à espera que o fogo nos consumisse ou entrar pela parede de fogo a dentro, e foi isto mesmo que o nosso condutor fez. Apesar do pânico que rapidamente se fez sentir, das chamas que até por cima de nós passavam, do calor infernal, da falta de oxigénio, continuou a conduzir", afirma a rapariga que agradece ao "espetacular condutor, ao bombeiro Claúdio de Santa Comba Dão e aos seus companheiros, aos maravilhosos passageiros que me acompanharam e às restantes autoridades que, felizmente, nos retiraram daquele pesadelo sãos e salvos".



"Horas de aflição, ar irrespirável, cinzas e labaredas pelo ar. Escrevo este post depois de saber que o fogo chegou a Vigo ( em Espanha, está também caótico) Jamais esquecerei o que vi e senti. Já passei Leiria, acabo de ver IP6 cortado também ( para Peniche). Vejo fogo, ora perto, ora longe desde as 17 horas. Tirei esta foto na A8 instantes depois também foi cortada. A caminho de casa, agradecida, mas triste pela desgraça que assola o nosso país", escreve Helena Almeida no Facebook. 



Hugo Miguel circulava na zona industrial de Oliveira de Frades quando foi surpreendido pelas chamas. 



Já no Twitter, a "United Nations Climate Change" partilhou uma fotografia do incêndio em Vieira de Leiria, que gerou milhares de comentários de solidariedade ao povo português. 





Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)