Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Vítimas exigem 128 mil de euros a gangue no processo ‘Hells Angels‘

Arguidos estão acusados por crimes como homicídio tentado, tráfico de droga, posse de arma ou associação criminosa.
Miguel Curado 7 de Junho de 2021 às 08:38
Ataque ocorreu no Prior Velho
Ataque ocorreu no Prior Velho FOTO: Pedro Simões
Além de enfrentarem acusações por crimes como homicídio tentado, tráfico de droga, posse de arma ou associação criminosa, os 89 arguidos do processo ‘Hells Angels’ são ainda alvo de pedidos de indemnização cível. O total requerido é de cerca de 128 mil euros e entre os quatro demandantes está Mário Machado, fundador de grupo neonazi.

O julgamento começa a 13 de setembro e conta já com sessões marcadas até 15 de dezembro. Vai decorrer no edifício municipal ‘Fábrica’, em Camarate, concelho de Loures. Enquanto o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central quer ser ressarcido pelos tratamentos às vítimas das agressões do gangue, num ataque no Prior Velho, os outros demandantes (Mário Machado, Paulo Rodrigues e Rui Santos, que avançaram com pedidos individuais) pedem reparação de danos pessoais. “Com a condenação, pretende-se mitigar os graves estragos pessoais e patrimoniais sofridos”, disse ao CM o advogado José Castro, que representa os demandantes. n m.c.

Hells Angels Mário Machado questões sociais crime lei e justiça julgamentos
Ver comentários