Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

VIVEMOS MOMENTOS DE AUTÊNTICO TERROR

A noite de sábado foi de pânico num equipamento de animação em Albufeira, instalado na Avenida Sá Carneiro, naquela cidade. Duas cidadãs inglesas, mãe e filha, que resolveram experimentar as sensações radicais do 'Spin Ball', equipamento que projecta para o ar uma esfera na qual estão seguros os ocupantes, e que é elevada a dezenas de metros de altura, ficaram presas, suspensas e em pânico, durante cerca de duas horas, a mais de 30 metros do solo.
1 de Setembro de 2003 às 00:00
Quando os bombeiros retiraram Maxine e Ashley da esfera as inglesas sentiram alegria e emoção
Quando os bombeiros retiraram Maxine e Ashley da esfera as inglesas sentiram alegria e emoção
A viagem "ao céu" correu bem, até que, no momento da descida, Maxine e a sua filha Ashley, de 11 anos, ficaram presas na esfera quando a mesma estava no alto, porque o sistema de cordas elásticas que a puxa para o solo deixou de funcionar.
As duas cidadãs britânicas estiveram "no ar", a 32 metros do solo, durante cerca de duas horas, tendo sido socorridas pelos Bombeiros Municipais de Albufeira que, com ajuda de uma auto-escada e de cinco elementos, conseguiram chegar junto das turistas em pânico e retirá-las cerca da 01h00.
Entretanto, e perante as centenas de mirones que logo se juntaram no local, a GNR de Albufeira encerrou a rua ao trânsito, que só tem um sentido e liga ao Hotel Montechoro.
As cidadãs britânicas, que não sofreram quaisquer ferimentos, não ganharam para o susto. Ainda muito combalida, Maxine explicou ao CM que "o equipamento bloqueou quando estávamos para ser puxadas para o solo e estivemos lá em cima, eu e a minha filha, durante duas horas. Passámos por momentos de autêntico terror, foram as horas mais difíceis das nossas vidas", disse, acrescentando que a filha "estava em pânico e eu senti que a qualquer momento a bola poderia cair e iríamos morrer".
No solo estavam o marido e o filho de Maxine. O homem, que incentivou as duas a experimentarem a sensação radical, diz que já participou na mesma aventura e nunca pensou que algo corresse mal. "Agora só estou feliz por tudo ter terminado". - *
LICENÇAS DO EQUIPAMENTO EM DIA
O proprietário do 'Spin Ball', um irlandês que há quatro anos explora aquele equipamento de diversão na Avenida Sá Carneiro, em Albufeira, referiu na altura do incidente que o equipamento tem as licenças em dia e que todos os anos é alvo de uma vistoria, tendo a última sido feita há cerca de dois meses pela empresa responsável.
À Câmara Municipal de Albufeira, todos os anos chega um pedido de autorização para instalar o equipamento naquele local, que tem sido concedido, mediante a apresentação de um termo de responsabilidade de quem produz aquele tipo de material de diversão. A autorização para estar naquele espaço é legal, referiu ao CM o presidente da autarquia Desidério Silva, que acrescentou que hoje mesmo vai pedir para que todo o processo em relação àquele equipamento e respectiva licença seja averiguado, "para ver se há alguma situação que necessite de ser revista".
Uma fonte dos Bombeiros de Portimão referiu ao CM que aqueles espaços não são alvo de inspecção por parte dos soldados da paz, o que deveria acontecer.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)