Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

“Viver no bairro é um inferno”

Os moradores do bairro da Beira-Mar, em Aveiro, estão amedrontados com os actos de vandalismo e ameaças de que têm sido alvo desde que o horário dos bares daquela zona foi alargado para as 04h00. A deliberação da câmara foi contra os pareceres da PSP, bombeiros e Junta de Vera Cruz.
17 de Outubro de 2011 às 01:00
Moradores do bairro Beira-Mar, em Aveiro, estão assustados com os actos de vandalismo
Moradores do bairro Beira-Mar, em Aveiro, estão assustados com os actos de vandalismo

"Na semana passada quando saí de casa para ir trabalhar, ainda de madrugada, tropecei num casal à entrada da porta em pleno acto sexual", diz uma moradora indignada.

Carros com os pneus cortados, pinturas riscadas, espelhos arrancados são uma constante. "Na noite passada arrancaram o retrovisor do carro do meu filho e puseram-no em cima do capô", afirma outra mulher.

"Viver no bairro é um inferno. São gritos, pontapés e murros nas portas e até jornais a arder nos põem dentro das caixas do correio. Já desistimos chamar a PSP", acrescenta a mesma testemunha.

Os moradores já vieram às janelas por diversas vezes e pediram aos jovens que estavam nos bares para que fizessem menos barulho, mas foram logo insultados.

"A PSP só consegue ter pessoal na rua até ás 02h00, depois ninguém tem mão nisto", explicou João Barbosa, presidente da Junta de Vera Cruz.

AVEIRO BAIRRO BEIRA-MAR SEGURANÇA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)