Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Zoológico apresenta novas crias

O Jardim Zoológico de Lisboa apresentou ontem, no âmbito do Dia do Animal, as novas crias que ali nasceram entre Maio e Agosto: dois tigres da Sibéria, três leopardos da Pérsia e uma girafa de Angola.
5 de Outubro de 2008 às 00:30
Os dois tigres da Sibéria têm apenas três meses e a girafa de Angola nasceu no dia 29 de Agosto
Os dois tigres da Sibéria têm apenas três meses e a girafa de Angola nasceu no dia 29 de Agosto FOTO: Mariline Alves

Os primeiros a nascer, em Maio, foram três machos, os leopardos da Pérsia, uma espécie que está ameaçada pela constante destruição do habitat, de acordo com os dados revelados pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Seguiram-se, a 22 de Junho, dois tigres da Sibéria. "Eles têm três meses e pesam aproximadamente 12 quilos. São amamentados e também comem carne e carcaças com vísceras", explicou ao CM Rui Bernardino, veterinário do Zoológico. Na idade adulta um tigre da Sibéria pode atingir os 250 quilos e três metros de comprimento. "Em cativeiro os animais desenvolvem-se mais depressa do que em estado selvagem por isso com dois anos estes tigres são capazes de se reproduzir", diz o especialista. Também em cativeiro, um tigre da Sibéria ou um leopardo da Pérsia pode viver entre 18 a vinte anos.

A mais nova das crias do Zoo é uma girafa de Angola que nasceu no dia 29 de Agosto. Em todo o Mundo há oito subespécies de girafas e esta está em risco e limitada a zonas protegidas. "Estas crias geralmente nascem com um metro e oitenta centímetros e o macho pode chegar aos sete metros", sublinha Rui Bernardino. A girafa de Angola é uma espécie comum em muitos zoos.

O Jardim Zoológico de Lisboa foi criado em 1884, está aberto todo o ano e acolhe cerca de dois mil animais oriundos de 360 países.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)