Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Caos em Lisboa: Aeroporto inundado, tetos cedem e pessoas refugiam-se em cima de carros

Alerta vermelho esteve em vigor na madrugada desta quinta-feira, em Lisboa.
Correio da Manhã 8 de Dezembro de 2022 às 00:13
A carregar o vídeo ...
Caos em Lisboa: Aeroporto inundado, tetos cedem e pessoas refugiam-se em cima de carros
O mau tempo e a forte precipitação provocou, na noite de quarta-feira e madrugada desta quinta-feira, estragos em toda a região da grande Lisboa.

Em Lisboa foram registadas 360 ocorrências entre as 21h00 e as 08h00 , estando às 08h desta quinta-feira ainda 55 ativas.
As ocorrências foram maioritariamente inundações (186 em espaço privado e 97 em espaço publico).



As freguesias mais afetadas foram Benfica, Alvalade e Lumiar.

O pico das ocorrências ativas aconteceu por volta das 00h desta quinta-feira. A situação começou a estabilizar por volta das 3h30.


O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, ficou inundado devido às chuvas fortes. Segundo o assessor da Ana Aeroportos houve "dois voos divergidos, mas que já voltaram a Lisboa". O aeroporto mantém-se operacional.

  

Em Lisboa, houve pessoas que chegaram a refugiar-se em cima dos carros para escapar às inundações.



No Centro Comercial El Corte Inglês parte do tecto falso cedeu, devido à chuva intensa. A água acabou por entrar devido ao rebentamento de uma conduta. 






Uma ambulância médica do INEM ficou cercada por uma inundação, na noite desta quarta-feira, em Lisboa. A viatura de socorro foi surpreendida, cerca das 22h30, na Avenida Gago Coutinho, quando se deslocava para em serviço de emergência.



Lisboa meteorologia
Ver comentários
C-Studio