Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Julho foi o mais quente de sempre no mundo

Temperatura superou em 0,04 graus anterior máximo, registado em julho de 2016.
Bernardo Esteves 6 de Agosto de 2019 às 08:43
Verão tem sido fresco em Portugal
Europa tem vivido dias de calor extremo. Em Portugal, o verão tarda a chegar
Verão em Portugal vai ter longas vagas de calor com temperaturas a atingir os 43º
Verão tem sido fresco em Portugal
Europa tem vivido dias de calor extremo. Em Portugal, o verão tarda a chegar
Verão em Portugal vai ter longas vagas de calor com temperaturas a atingir os 43º
Verão tem sido fresco em Portugal
Europa tem vivido dias de calor extremo. Em Portugal, o verão tarda a chegar
Verão em Portugal vai ter longas vagas de calor com temperaturas a atingir os 43º
Julho foi o mês mais quente medido no Mundo, segundo dados do Copernicus, Programa de Observação da Terra da União Europeia.

"O mês de julho é geralmente o mês mais quente do ano no Mundo, mas de acordo com os nossos dados este ano é também o mês mais quente alguma vez já medido", disse o responsável pelo Copernicus, Jean-Noël Thépaut.

Segundo o programa gerido pela Comissão Europeia, os termómetros em julho estiveram 0,04 graus centígrados acima do máximo anterior, registado em julho de 2016. A diferença é que 2016 foi um ano marcado pela influência do fenómeno atmosférico-oceânico El Niño, que faz elevar a temperatura dos oceanos e do ar. Segundo Thépaut, "com a continuação das emissões de gases de efeito de estufa e o impacto global das temperaturas, os recordes continuarão a ser batidos".

O mês de julho foi marcado por uma onda de calor curta, mas muito intensa, na Europa Ocidental. Em países como Alemanha, Bélgica ou Holanda foram mesmo batidos os recordes de temperaturas máximas. As temperaturas também estiveram acima do normal no Alasca, Gronelândia e partes da Sibéria, bem como na Ásia Central e partes da Antártida.

Mas o Copernicus admite que a subida face a julho de 2016 é tão pequena que outras organizações podem não confirmar o recorde anunciado. Segundo o Copernicus, a temperatura em julho deste ano foi 0,56 graus acima da média entre 1981 e 2000, quase 1,2 graus mais do que na era pré-industrial. Os especialistas acreditam que quando esse valor chegar a 1,5 graus poderá haver eventos meteorológicos extremos.

Portugal com temperaturas normais
Portugal continental escapou à onda de calor na Europa em julho. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, julho foi "normal em relação à temperatura do ar", com um valor médio de 22,19 °C, só 0,02 °C acima do normal.

A explicação está no facto de o anticiclone dos Açores estar situado a sul do arquipélago, o que permite que massas de ar frio e húmido cheguem à península.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)