Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Junho de 2021 foi o mais quente desde 1880

Passado dia 10 de junho foi o mais quente da Terra desde 2010.
Correio da Manhã 16 de Julho de 2021 às 02:18
Calor
Calor FOTO: CMTV
O passado mês de junho foi o mais quente no planeta Terra, desde 1880, ano em que foram registados os primeiros valores de temperaturas diárias, de acordo com o último relatório mensal da agência norte-americana NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration) e citado pelo jornal El Mundo, esta quarta-feira.

O documento revela ainda que o mês foi o quinto mais quente da superfície global terrestre (áreas continental e marítima) em 142 anos, com 0,88 graus acima da média registada no século XX. Apenas junho de 2015 (quarto mais quente), 2016 (segundo) e 2020 (terceiro) registaram temperatura média superior à deste ano.

Em relação à superfície terrestre (área continental), junho de 2021 foi o mais quente já registado, com 1,42 graus a mais do que a média do século passado e 0,11 graus em relação ao período homólogo de 2019.

O passado dia 10 de junho foi o mais quente da Terra desde 2010. O hemisfério Norte viveu o mês em que se registaram os maiores valores de temperatura de sempre, com 1,69 graus a mais em relação à média registada no século XX (0,18 graus).

Tendência contrária foi verificada em várias partes da região do Pacífico tropical central e oriental, bem como em locais no nordeste do Canadá, sul da América do Sul, norte do Atlântico e Ásia central e oeste da Austrália.

Segundo a Organização Metereológica Mundial (OMM), a cidade canadiana de Lytton bateu um novo recorde nacional de temperatura máxima em três dias consecutivos, tendo atingido os 49,6 graus a 29 de junho.

Ver comentários