Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade

Temperaturas chegam aos 33º e cinco concelhos do sul do País em risco máximo de incêndio

Castelo Branco, Beja e Évora são os distritos mais quentes esta segunda-feira. Monchique, Silves, Tavira, Alcoutim e Castro Marim, despertam a atenção das autoridades.
Lusa 7 de Outubro de 2019 às 07:41
Sol
calor xxx
Calor
Sol
calor xxx
Calor
Sol
calor xxx
Calor
O IPMA prevê para esta segunda-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade no litoral Norte e Centro até meio da manhã.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando temporariamente forte nas terras altas e na faixa costeira ocidental das regiões Centro e Sul.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral Norte e Centro e pequena subida de temperatura.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 09 graus Celsius (em Bragança) e os 19 (em Portalegre) e as máximas entre os 22 (em Aveiro e no Porto) e os 33 (Castelo Branco, Beja e Évora).

Cinco concelhos do distrito de Faro apresentam esta segunda-feira um risco máximo de incêndio, de acordo com informação disponibilizada pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco máximo estão os concelhos de Monchique, Silves, Tavira, Alcoutim e Castro Marim, no distrito de Faro.

O IPMA colocou vários concelhos de todos os distritos de Portugal continental, exceto Aveiro, Porto, Braga e Viana de Castelo.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)