Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

10 239 portugueses passaram a ser suíços

Entre 2012 e 2015, pedidos para dupla nacionalidade aumentaram de forma gradual.
João Saramago 3 de Outubro de 2016 às 01:45
Mais de 12 mil portugueses deixaram o País em 2015 à procura de melhores condições na Suíça
Mais de 12 mil portugueses deixaram o País em 2015 à procura de melhores condições na Suíça FOTO: Filipa Couto
Há cada vez mais portugueses a pedirem, junto das autoridades helvéticas, a nacionalidade suíça. Em apenas quatro anos, foram autorizados 10 239 pedidos de portugueses. Só em 2015, o ano com o número mais elevado de sempre, 3537 pessoas obtiveram nacionalidade suíça.

Em 2014 foram 2447, em 2013 foram 2184 e em 2012 um total de 2071. Com estes números, a Suíça é agora o país com mais pedidos de dupla nacionalidade, superando a França.

As regras para a obtenção de nacionalidade suíça alteraram-se em junho de 2014, quando o Parlamento aprovou a nova Lei da Cidadania, que esteve vários anos em discussão. O novo diploma reduziu o período de residência mínimo na Suíça de 12 para 10 anos, para ser apresentado um pedido de nacionalidade.

Apesar da redução, a Suíça mantém-se como um dos países onde o tempo de estadia para a obtenção de nacionalidade é mais longo. Outra alteração prende-se com a exigência do visto C, de permanência definitiva. Antes, os candidatos podiam ter apenas um visto B, de residência limitada.

Apesar de continuar a atrair todos os anos milhares de portugueses, tem-se verificado uma diminuição de entradas. Em 2015, emigraram 12 325 portugueses, menos 2896 do que no ano anterior, divulgou o gabinete de estatística suíço, o Office Fédéral de la Statistique.
Este foi o segundo ano consecutivo em que a emigração para a Suíça diminuiu significativamente: menos 24% em 2014 e menos 19% em 2015. Desde 2005, quando partiram para a Suíça 12 138 portugueses, que o número não era tão baixo.
Suíça Parlamento Lei da Cidadania Office Fédéral demografia política emigrantes
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)