Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
3

13 horas à espera nas Urgências

Na quinta-feira esteve 13 horas na sala de espera das Urgências do Hospital de Évora a aguardar informações sobre o estado de saúde do irmão. Anteontem, esteve mais 12. "Isto é uma falta de respeito. O meu irmão teve uma recaída e deu entrada nas Urgências às 08h00, mas só às 20h00 é que fomos informados de que ficaria internado", referiu ao CM João Alas. Um outro utente confirma as críticas. "É um desespero. Estamos horas sem informações. Há pessoas que até se sentem mal."
11 de Julho de 2010 às 00:30
João Alas critica o atendimento do Hospital Distrital de Évora
João Alas critica o atendimento do Hospital Distrital de Évora FOTO: Alexandre M. Silva

Contactado pelo CM, o porta--voz do Hospital de Évora, David Prazeres, assegura que a unidade implementou um sistema de informações periódico do estado de saúde dos utentes. Os horários estão afixados no balcão da recepção das Urgências.

As queixas não se limitam a Évora. Em Vila Franca de Xira, Teresa Nunes conta que ficou horas sem saber notícias do pai, internado no Serviço de Observações. "Uma enfermeira diz que só informam das 16h30 às 17h00. Se nos atrasamos, nada sabemos." Mário Bernardino, presidente do conselho de administração, assegura ao CM que "as informações são prestadas de hora a hora ou de duas em duas horas".

Ver comentários