Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

200 à espera de medula

Cerca de 200 portugueses, com indicação para transplante de medula óssea, aguardam por um dador compatível, tal como acontece com Gustavo Martins, o filho do futebolista Carlos Martins, que sofre de aplasia medular. De acordo com Helder Trindade, presidente do Instituto Português do Sangue e Transplantação, "o número de processos em aberto varia diariamente, de acordo com os pedidos nacionais e internacionais que vão chegando ao Registo, e em média estima-se que há cerca de 200 processos nacionais e 100 internacionais".
24 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Gustavo, filho do futebolista Carlos Martins, continua à espera de um dador compatível
Gustavo, filho do futebolista Carlos Martins, continua à espera de um dador compatível FOTO: Miguel Angel Molina/Epa

A onda de solidariedade gerada em torno de Gustavo, desde o passado mês de Novembro, levou a que cerca de 40 mil pessoas se inscrevessem como dadores no Centro Nacional de Dadores de Células de Medula Óssea, Estaminais ou de Sangue do Cordão, facto que elevou para 281 328 o total de portugueses inscritos na base de dados nacional.

No entanto, na base de dados internacional constam apenas 275 543, uma diferença meramente burocrática, já que "todos os dadores tipados estão desde logo disponíveis, a nível nacional, para consulta", explicou Helder Trindade. "Desde o início do ano, já foram realizadas 16 colheitas em dadores inscritos no CEDACE".

dadores inscritos medula carlos martins
Ver comentários