Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
4

455,2 milhões para hospitais

Parte da verba chega este ano a 18 unidades. C. Hospitalar Lisboa Norte com 79,4 milhões.
Joana Nogueira 23 de Dezembro de 2014 às 08:18
Hospitais têm de equilibrar as contas e aumentar receitas
Hospitais têm de equilibrar as contas e aumentar receitas FOTO: Jorge Paula

Dezoito entidades hospitalares vão receber 455,2 milhões de euros, medida destinada a cobrir o pagamento de dívidas contraídas até 30 de setembro deste ano. Em contrapartida, as unidades hospitalares terão de manter as contas em ordem e aumentar as receitas, sob pena de a ajuda suplementar lhes ser retirada do orçamento.

Parte do financiamento (155,2 milhões de euros) vai chegar aos centros hospitalares até ao final deste ano. Os restantes 300 milhões de euros só irão chegar em 2015. O Centro Hospitalar Lisboa Norte (que inclui o Santa Maria) vai receber a maior fatia, num total de 79,4 milhões de euros, seguido do Centro Hospitalar de Setúbal (69,1 milhões) e do Centro Hospitalar Lisboa Central (53,2 milhões de euros).

Para o ministro da Saúde, Paulo Macedo, trata-se de "uma mudança radical em termos de equilíbrio destes hospitais e da possibilidade de fazerem novas encomendas, de fazer face à lei dos compromissos e da sua postura perante os fornecedores".

Marta Temido, presidente da Associação Portuguesa dos Administra- dores Hospitalares, afirma que "este reforço vai permitir retirar alguns hospitais da falência técnica e também pagar dívidas em atraso".

hospitais verbas
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)